Um amante seria a solução?

Olá!

Descobri este blog e amei. Vocês estão de parabéns!

Tenho 36 anos. Estou próxima dos 90kg para meus 1,56 de altura, ou seja, estou longe até dos padrões plus size. Porque sou muito baixa, nada cai bem e salto alto já nem uso mais, só plataforma de vez em quando, por problemas de circulação.

Já dá para notar que minha autoestima anda baixa, não é? Pois para ajudar, sou casada há 15 anos com um homem de educação superreligiosa, que não tem fantasias ou não as manifesta, e há muito tempo não dirige um elogio sequer a mim. Completando, estou desempregada.

Pois o caso é este: outro dia, um conhecido que não me vê há 3 anos (período em que toda catástrofe descrita acima se formou), ou seja, que me vê com 20 kg mais magra, começou comigo pela web um bate-papo tão quente que me fez ter vontade de viver, de me cuidar, de emagrecer e de... arranjar um amante, para satisfazer alguns desejos reprimidos.

O rapaz da conversa, eu assustei porque me depreciei durante o papo e, mesmo sendo muito gentil, ele sumiu. Mas ele acendeu em mim uma coisa que parecia ter morrido. Aquela adrenalina, aquela vontade de viver que a gente tem com 16, 17 anos, sabe?

Você acha que este é o caminho certo ou estou arranjando mais problemas ainda?


Olá Gordinha Casada!

Seja bem vinda ao Sexo GG, estou feliz que você é a primeira que eu vou pegar... para responder.

Analisando você e sua foto de lingerie que veio junto ao e-mail (brincadeira, ela não mandou foto, mas aceito nas mensagens seguintes) você parece infeliz com alguns aspectos da sua vida. Listando:

Sua aparência,
Seu marido recatado demais
Seu desejo reprimido

Tudo isso junto está batendo na sua parte mais sensível, a autoestima, prova disso foi que, alguns poucos momentos de atenção dados pelo rapaz foram o suficiente para você suspirar, querer pirar o cabeção, picotar o cabelo e outras coisas mais.

Não está claro? Você como toda mulher precisa de atenção, de se sentir querida, protegida, se aconchegar, vem cá, deixa eu te dar um abraço. Um amante seria a solução apenas para fazer você se sentir melhor naqueles momentos quentes de paixão e luxúria, para o dia a dia mesmo você precisa de outra coisa.

Você precisa gostar de você! Não é fácil as vezes, mas é absolutamente possível. Você reclamou da sua aparência, faça algo para muda-la, faça uma dieta, troque o guarda-roupa, frequente a academia, faça cursos de dança, stripper, compre lingeries novas, curta seu corpo.

Seu marido, bem, ele é do tipo religioso certo? Mas é do tipo homem também não é? Então inove na cama, faça o que nunca fez, não espere ele tomar iniciativa, caia de boca (literalmente, se vier ao caso).

E por ultimo vamos falar desse fogo que se acendeu conversando com o rapaz, não tem problema nenhum em se sentir atraída por alguém ou gostar de receber elogios de outro homem além do seu marido, na verdade é bastante saudável, mas daí a ter um amante tem uma grande distância.

Agora, quando você passar a gostar de você mesma, arrumar a motivação para se cuidar, e mesmo assim seu marido não te der atenção e nem estar disposto a atender seus desejos escreva de novo pra mim, dessa vez com o número do telefone.


Um beijo,


Doutor T.

Tamanho do pênis

"Não sou gordo, mas adoro mulheres gordinhas e de curvas avantajadas. Porém tenho uma dúvida que me deixa até aflito: é verdade que toda mulher gordinha curte homens de pinto grande?. Pergunto isso porque não tenho um pinto gigantesco, acho que está na média. Mas e aí, o tamanhos do pênis incluencia ou não com as mulheres gordinhas?"

Assinado:  Louco por gordas


Caro amigo Louco,

Assim como no universo masculino, entre as mulheres existem aquelas que adoram pênis grande e existem outras que preferem algo menor (ou normalzinho). Ou seja, é difícil avaliar uma preferência geral. Mas o fato é que, de nada adianta o cara ser bem dotado se ele não souber fazer bom uso da sua ferramenta.

Alguns homens esquecem que sexo não é só penetração e que nós mulheres sentimos prazer e alcançamos o orgasmo de diversas maneiras, até mesmo sem a penetração. Portanto meu amigo, não fique encanado se a mulher vai curtir ou não o tamanho do seu pênis, empenhe-se e utilizá-lo bem (e não só ele, mas também mãos, boca, língua, etc) e leve sua gordinha à loucura, se você souber oferecer o prazer que ela deseja, garanto que o tamanho do seu pênis será irrelevante. 

Sexo bom é sedução, é carinho, é beijo na boca, é preliminares sem restições, enfim, é entrega total, sem pudores. O tamanho do pênis pode sim influenciar, mas garanto, não é o fator determinante.

Seja mais seguro de si e seduza a mulher que você tanto deseja.

Besos,

Madame Ponto G

Posições e frustações

" Uma dúvida quanto ao sexo me atormenta, meu namorado e eu somos Plus Size, sempre nos demos muito bem na cama, sempre um lugar, uma forma, um apetrecho diferente, mas temos problemas quanto a algumas posições. Acredito que o fato de sermos GG e ele muito alto justifique nossa dificuldade quanto a transar de pé e de ladinho. Apesar dele dizer (e aparentar) nem se importar com isso, será que um dia isso pode causar alguma "frustação" sexual?

Ele diz que está super feliz (e parece mesmo) e eu também. Na verdade acho que é grilo da minha cabeça


Cara leitora,
No sexo, poder satisfazer o parceiro e também sentir prazer é fundamental, e pelo o que você me conta, isso já acontece com vocês. Experimentar novas posições, apetrechos e afins colaboram muito com o bom desempenho na cama, mas não é a única coisa que une um casal.

Você estão felizes, prestes a se casarem, o sexo entre vocês é bom, então, pra quê complicar? Não fique preocupada com as posições que vocês não conseguem fazer, apenas dedique-se ao máximo nas posições que vocês conseguem e curte, isso sim é fundamental. Acredite, nem todos os casais conseguem experimentar todas as posições (que são muitas), sejam magros ou gordos. Porque com vocês seria diferente?

Como você mesma encerra sua mensagem, isso é sim grilo da sua cabeça.Invista na sua feminilidade e sensualidade, aposte nos jogos de sedução e seja feliz, seu noivo vai lhe agradecer e retribuir, com toda certeza.

Besos,

Madame Ponto G